quinta-feira, 25 de outubro de 2007



Vazio
Deixaste esse vazio difícil e quase inexplicável. Como se a distância fosse sempre presença incomoda e as medidas da ausência algo só perceptível no estio de afeto, que ressoa como um uivo na mesma hora dos gestos de alcova. No fundo é um momento apenas. Mas, por tudo, é como se a saudade fosse transbordando vida a fora.








Um comentário:

DRAK'S SYSTEM'S disse...

OIE...ADOREI SEU BLOG..........

BJS